Você já ouviu falar em funil de vendas?

Você já ouviu falar em funil de vendas?

Uma boa estratégia de marketing digital precisa ser baseada em um processo de funil de vendas. Dessa forma, fica mais fácil desenvolver um fluxo de estratégia, de vendas e de controle de aquisições baseando-se em cada etapa do funil. Você sabe como funciona e como elaborar a melhor estratégia? Quer saber mais? Confira!

Como funciona um funil de vendas?

Os funis de venda são divididos em três partes: topo, meio e fundo do funil. Em cada uma dessas partes é preciso trabalhar de forma dirigida ao publico definido para atingir bons resultados.

Topo do funil

O topo do funil é sua região mais larga, onde, provavelmente, você vai conversar com uma grande quantidade de pessoas que ainda não estão interessadas em seu produto ou serviço.

Nesse momento, o ideal é utilizar publicações mais genéricas. O importante é tratar de assuntos gerais, mas que ao mesmo tempo façam sentido ao segmento do seu negócio.

Meio do funil

Nesse estágio do funil de vendas, os seus leads agora já estão interessados em seu conteúdo e se mostram propensos em adquirir um produto ou serviço. Por isso, suas ações de marketing e os conteúdos que publicar devem ser mais específicos e esclarecedores.

Com essa estratégia, você garante que as pessoas escolham você a seu concorrente e passem para a próxima fase do funil.

Fundo do funil

Na última etapa desse processo, o seu público já demostra interesse na aquisição daquilo que você está oferecendo. Por isso, é importante que seus conteúdos reforcem as vantagens e seus principais diferenciais para que não haja dúvidas sobre a compra.

Como colocar em prática?

Agora que você já sabe como funciona um funil de vendas, vamos pensar sobre ele na prática e ver como aplicar esse processo.

Os conteúdos do topo do funil precisam ser produzidos para que o público descubra um problema que precisa resolver, como, por exemplo, fazer um curso de especialização.

Sabendo que os conteúdos precisam ser abordados de forma mais ampla, para conseguir a atenção dessas pessoas o ideal é que essas publicações sejam feitas nas redes sociais para que você consiga impactar o maior número de pessoas e gerar tráfego para seu site ou blog.

Os conteúdos de meio de funil, como vimos, precisam ser mais informativos. Nesse momento, como já existe uma interação entre os leads e o conteúdo que você está produzindo, é hora de conseguir o maior número de dados possíveis sobre o cliente.

Tente fazê-lo preencher um formulário antes de baixar um e-book, por exemplo, ou como critério para assinar a newsletter.

Para os conteúdos do fundo do funil, o ideal é falar abertamente sobre como sua empresa pode ajudar essa pessoa a solucionar o seu problema, enxergando as vantagens que você oferece.

Uma ótima forma de fazer isso é mostrar cases de diversos clientes, dizendo como alcançaram seus objetivos e tiveram seu problema solucionado com a ajuda do seu serviço.

Quais os benefícios de um funil de venda?

Com uma boa estratégia de funil de vendas em prática será possível:

  • Ter uma visão macro dos resultados de vendas;
  • Melhorar a análise das taxas de conversão;
  • Entender eficiência dos canais de venda;
  • Verificar onde estão sendo perdidas oportunidades.

O que acha de colocar em prática? Conte-nos como foi sua experiência! Deixe seu comentário no post!

Compartilhe:

Related

Comentários no Facebook